A Madeira de Demolição está em alta na decoração! O apelo rústico aliado à questão dos materiais exclusivos trazem um charme todo especial para este tipo de madeira, bem peculiar do nosso país. Mas o que é exatamente a Madeira de Demolição? Existem dicas para se decorar com este material? Confira!

Madeira de Demolição

 

O que é Madeira de Demolição?

O que é madeira de demolição?

O que é madeira de demolição?

Muitas pessoas têm a ideia de que madeira de demolição é retirada de móveis velhos, mas o nome é exatamente o que diz: Quando construções antigas de casas, galpões, barrações, tulhas, paióis e até pontes e porteiras são desfeitas, a madeira é reutilizada de forma nobre e distinta por causa da qualidade e durabilidade deste tipo de madeira.

Angico, peroba-rosa e a aroeira são comuns entre as madeiras de demolição

Angico, peroba-rosa e a aroeira são comuns entre as madeiras de demolição

A madeira de demolição geralmente é uma madeira nobre, como o angico, peroba-rosa e a aroeira. Essas árvores já não são encontradas com facilidade para a extração, e por isso o valor da madeira de demolição também pode atingir valores impressionantes.

Decorando com a Madeira de Demolição

Este material está de acordo com uma tendência atual de decoração em aliar o rústico ao sofisticado, o simples ao arrojado, o antigo e o moderno. Obviamente, é necessário tomar cuidado com a composição que é feita utilizando esse tipo de madeira, levando em conta todo o ambiente e não só a construção dos espaços mas toda a mobília e o acabamento do cômodo em questão.

Decorando com Madeira de Demolição

Sugerimos a utilização da madeira extraída em sítios de demolição principalmente naqueles ambientes amplos e espaçosos. Vai muito bem compondo com móveis minimalistas, dependendo da proposta, principalmente se a ideia for sair do comum, pois a madeira costuma ser usada basicamente em ambientes de decoração rústica ou de temática campestre. Nestes ambientes, a madeira em várias formas, tipos, tamanhos e texturas domina; porém, se o projeto busca fazer uma composição de contrastes, é necessário ir com calma.

Algumas tendências da decoração sugerem que você utilize a madeira de demolição em itens como painéis, mesas, paredes e objetos decorativos e de arte. Mas você pode optar por alguns tipos de móveis neste material, como estantes, bancadas e até bancos e cadeiras. Tenha em mente que móveis neste tipo de madeira costumam ser muito grandes e pesados, o que justifica espaços maiores para comportá-los.

Fachadas em Madeira de Demolição

Fachadas em Madeira de Demolição

Quando se faz opção por cobrir a fachada de uma construção com madeira de demolição, é notório que há uma tendência à sofisticação e ao requinte. Escolha sempre um material de boa qualidade e mão de obra especializada e se prepare para eventualmente investir um pouco mais do que em relação a outros tipos de revestimentos.

Deck em Madeira de Demolição

Deck em Madeira de Demolição

Os Decks também são sinônimo de distinção e classe, ainda mais neste material diferenciado. Ideal para áreas recreativas – atenção à escolha das plantas que irão compor o ambiente.

Móveis em Madeira de Demolição

Móveis feitos de Madeira de Demolição

Ao contrário do que se pensa, nem todo o tipo de mobília feito com madeira de demolição é rústico. Existem, inclusive, vários tipos de móveis que, por motivos estéticos ou de economia de materiais, são feitos com este tipo de madeira.

Móveis em Madeira de Demolição

Você poderá encontrar móveis de vários estilos feitos com este material, mas obviamente aqueles que remetem principalmente a vida no campo são os predominantes quando se fala de madeira retirada de imóveis ou construções antigas.

Cuidados e manutenção para a Madeira de Demolição

A Madeira de Demolição geralmente já é fornecida após um tratamento contra os problemas que geralmente afetam a madeira em geral. E os cuidados com a manutenção deste tipo de material são poucos, devido à sua grande resistência ao tempo e danos, e também ao fato de que geralmente se trata de peças rústicas.

Cuidado apenas com móveis e equipamentos pesados – danos mais profundos também são difíceis de ser corrigidos.